6 dicas para educar com equilíbrio entre a firmeza e a gentileza

Depois de duas semanas a falar sobre os erros dos dois tipos mais comuns da educação tradicional, hoje trazemos-te algumas dicas sobre como podes pegar na melhor parte delas, que é a firmeza e a gentileza, e encontrar o equilíbrio entre ambas. Queres saber mais sobre isto?Lê este artigo até ao final! Ouvimos falar de […]

Como conseguir sair de casa a horas sem gritos

  Como costumam ser as manhãs em tua casa?Será que vives um tormento diário para conseguirem sair a tempo de casa?As manhãs podem, sem dúvida, ser extremamente stressantes, quando as crianças teimam em não se mexerem ou em quererem fazer coisas que não dá tempo de manhã, e a verdade é que começar o dia […]

4 dicas para o equilíbrio no uso dos ecrãs

Será que também te vês aflita, aflito para afastar o teu filho dos ecrãs?Esta é uma dificuldade da grande maioria dos pais, face à realidade com que nos deparamos com crianças que parecem nascer com o chip da tecnologia e cada vez mais cedo ameaçam tornar-se viciadas nela.Proibir já provou não ser solução, mas como […]

Será que o teu filho sofre bullying?

Olá,  A escola está a começar e, para muitas crianças, chega o sofrimento com o bullying por parte dos colegas…E cada dia parece que se houve falar mais deste assunto, aparecem casos nos noticiários, são feitos estudos sobre as suas causas e consequências e, ainda assim, há muita gente a dizer que é “modinha” que […]

Não tenho tempo!

Alerto constantemente as “minhas” mamãs sobre como é essencial cuidarem de si mesmas, fazerem algo que realmente lhes dá prazer, saírem do papel de mãe de assumirem o de mulher, nem que seja por pouco tempo…
E elas sempre respondem “Não tenho tempo!”

Mito 1 da parentalidade – ser uma boa mãe é algo natural

Por que razão é preciso fazer formações para tudo menos para sermos pais?
É preciso formação para se ser uma cozinheira de renome, uma excelente cabeleireira, ótima contabilista, esteticista, gestora, pintor…
Para conseguirmos um emprego precisamos entregar um currículo, passar por uma entrevista…
Será que educar um filho é menos importante?