Não tenho tempo!
Cansaço de mãe
Alerto constantemente as “minhas” mamãs sobre como é essencial cuidarem de si mesmas, fazerem algo que realmente lhes dá prazer, saírem do papel de mãe de assumirem o de mulher, nem que seja por pouco tempo…
E elas sempre respondem “Não tenho tempo!”
Vivemos num ritmo acelerado, os dias passam a correr e precisávamos de, no mínimo, mais umas 8 horas para podermos fazer tudo o que gostávamos…
Sim, eu sei!
Mas não deixa de ser verdade que precisamos de cuidar de nós para conseguirmos estar no nosso melhor com os nossos filhos, ter paciência para estes seres tão cheios de energia e tão exigentes.
 
Mas como o fazer?
 
Podes pedir ajuda!
Não é fácil para todas, na verdade para quase nenhuma mulher.
É muito comum, nós mulheres, sentirmos que é nossa obrigação chegar a tudo sozinhas, esquecemos que somos apenas seres humanos e pedir ajuda é quase considerado um sinal de fraqueza.
Sentimo-nos culpadas, egoístas, só com a ideia de tirarmos algum tempo para nós mesmas…
 
Mas será que deixar o pai entrar é realmente egoísmo?
Ou egoísmo é sentirmos que ele não sabe cuidar dos nossos filhos como nós e nem o deixarmos tentar?
Deixa a culpa de lado, deixa de querer ser a mãe perfeita!
Tira um dia, umas horas e deixa os teus filhos com o pai.
Ele não sabe?
Se o fizer vai acabar por aprender.
Tu aprendemos fazendo!
Ele não quer?
Se te ama, vai fazer um esforço, vai ficar!
E talvez ele até queira e tu é que não tens deixado…
 
E sim, ele não vai fazer como tu, vai fazer muita coisa “mal”, vestir com roupa que não combina, dar a comer coisas menos saudáveis… e tantas, tantas outras, mas é preciso respeitar, é preciso deixar acontecer.
Mas ninguém vai morrer, e vai ficar tudo certo!
Vai fazer-te bem a ti e a eles, permitindo que criem aquele elo tão especial e fundamental entre pai e filho/a.
 
Depois é essencial que percebas também o quanto toda a tua família vai ganhar quando voltares para casa muito mais leve, descontraída, feliz, com uma alegria que vai contagiar todos.
Sim, cuidares de ti nada tem de egoísmo.
É, sim, um exemplo que estás a dar aos teus filhos sobre a importância deles cuidarem de si mesmos, da sua própria felicidade, sem se sentirem culpados por isso.
 
Permite-te relaxar!
Se não estás habituada, é provável que ao início nem consigas aproveitar esses momentos da melhor forma possível, mas insiste, porque vais acabar por perceber que, dando-te este privilégio, vais ganhar super poderes e tornar-te uma Super Mãe.
 
O que dizes?
Arriscas-te a pelo menos experimentar?
 
 
Partilha connosco as tuas respostas e/ou experiências!
Manda-nos um e-mail para geral@superpais.pt alguma questão que gostasses de ter respondida.
 
Somos gratos por estares aí,
Sandra e Evandro

Subscreve a nossa newsletter

Recebe um e-mail nosso por semana com dicas e sugestões sobre diferentes aspetos da educação, para recuperares a tranquilidade do teu lar

(Podes cancelar a subscrição a qualquer momento)

Partilha:

Últimos artigos do blog

Queres acabar com as birras em tua casa?

Programa Kids Zen

Ajuda os teus filhos a crescerem mais tranquilos
Com 9 meditações guiadas diferentes para crianças dos 3 aos 8 anos

© COPYRIGHT 2021 SUPER PAIS - ALL RIGHTS RESERVED