6 dicas para educar com equilíbrio entre a firmeza e a gentileza
Templates Cris 1080x1080 - 89

Depois de duas semanas a falar sobre os erros dos dois tipos mais comuns da educação tradicional, hoje trazemos-te algumas dicas sobre como podes pegar na melhor parte delas, que é a firmeza e a gentileza, e encontrar o equilíbrio entre ambas.

Queres saber mais sobre isto?Lê este artigo até ao final!

Ouvimos falar de erros e das consequências que este podem vir a causar nos nossos filhos, como podem afetar o seu futuro e está longe de ser fácil saber como lidar com eles sem cometer esses erros, sendo que muitos de nós, adultos de hoje, carregamos connosco várias dessas consequências, como a baixa autoestima, por exemplo.As dicas que hoje te deixamos baseiam-se em conceitos que te são certamente familiares, que usas no teu dia a dia, só que, muito provavelmente, terás sido criada como a maior parte de nós, a não os aplicar com os teus filhosMas vamos então a essas dicas:1 – EmpatiaReferimo-nos aqui à capacidade de nos pormos no lugar dos nossos filhos e compreender como eles se estão a sentir, mesmo quando não concordamos com o seu comportamento. Uma qualidade de extrema importância, da qual temos de ser o exemplo.2 – Diz-lhes o que eles podem fazer, em vez do que não podemSe te pedir para não pensares num elefante azul, qual é a primeira imagem que te vem à mente?Será certamente a de um elefante azul!Pois é, o nosso cérebro não processa este tipo de “não”, contudo estamos constantemente a dizer aos nossos filhos para não fazerem ou dizerem algo.Em vez disso, experimenta dizer ao teu filho, o que de facto ele deve fazer!3 – Brinca e fá-los rir pelo menos uma vez por diaJá foi provado que rir faz bem à saúde e é capaz de curar muitos males.E em nossas casas não é diferente!Faz cócegas, brinca, faz algo com os teus filhos que lhes provoque uma sincera gargalhada, pelo menos uma vez por dia, e verás o resultado.4 – Quando fores para responder um “não”, pensa se não poderá ser antes um “sim”Já acima te dissemos que deves evitar o “não”, mas esta dica é diferente.Na nossa vida corrida, raramente temos tempo para fazer algo que saia da rotina e, quando os nossos filhos nos pedem algo, a resposta instantânea é muitas vezes um “não dá”, “Não podemos…”. A sugestão que te deixamos é que, antes de deixares sair um “não” automático, pensa duas vezes para ver se não será mesmo possível, uma vez por outra, dizeres um “Sim”5 – Tempo de Corpo e AlmaO Tempo de Corpo e Alma é o período, no mínimo de 10 minutos, que deves passar diariamente apenas comum dos teus filhos (se tiveres mais do que um) a fazer algo que seja da sua escolha.6 – Grita menos, respeita maisE era principalmente a isto que nos referíamos no início deste artigo, que é tão fácil de fazer com todas as pessoas à nossa volta, e tão difícil com os nossos filhos.A questão é que exigimos respeito deles, mas quando gritamos com eles, quando os mandamos para o quarto de castigo, entre tantas outras coisas, estamos a faltar-lhes ao respeito – e são coisas que não faríamos aos nossos amigos, não é mesmo? E por que razão os nossos filhos merecem menos respeito da nossa parte?

E é com esta sugestão de reflexão que nos despedimos por hoje.

Manda-nos um e-mail para geral@superpais.pt com alguma questão que gostasses de ter respondida – as tuas dúvidas são seguramente as mesmas que as de muitos outros pais.

Subscreve a nossa newsletter

Recebe um e-mail nosso por semana com dicas e sugestões sobre diferentes aspetos da educação, para recuperares a tranquilidade do teu lar

(Podes cancelar a subscrição a qualquer momento)

Partilha:

Últimos artigos do blog

Queres acabar com as birras em tua casa?

Programa Kids Zen

Ajuda os teus filhos a crescerem mais tranquilos
Com 9 meditações guiadas diferentes para crianças dos 3 aos 8 anos

© COPYRIGHT 2021 SUPER PAIS - ALL RIGHTS RESERVED